A MARCA

Alt Studio é uma linha de joias artesanais fundada pelas designers e irmãs gêmeas Débora e Raquel Moura. Formadas em Design de Moda e com especialização em Joalheria Artesanal, a dupla busca sua principal inspiração na arte escultural e estética contemporânea, que são caracterizadas por um design atemporal, com formas claras, definidas e modernas. Design clássico, refinado e autoconsciente — não há temporadas ou coleções — apenas joias para valorizar e significar a forma que você usa. O processo de produção é totalmente artesanal, autoral e manual — as peças são desenvolvidas a partir de um mix de técnicas tradicionais de ourivesaria utilizando prata recuperada, garantindo unidade na produção, mas com personalidade única. Assim, garantem o melhor resultado e durabilidade das joias.
 
Todas as peças são feitas manualmente em seu estúdio em São Paulo, onde cada joia é cuidadosamente projetada, originada de forma responsável e criada localmente.

Designers, Raquel e Débora Moura, Foto por Thales Feitosa

Designers, Raquel e Débora Moura

Foto por Thales Feitosa

MANIFESTO

Alt Studio está comprometida com o consumo responsável e com o cultivo de hábitos de compra sustentáveis. Somos a favor do estilo duradouro antes de qualquer tendência passageira. É nossa esperança que a decisão de compra de cada cliente seja semelhante à do nosso design.

 

A sustentabilidade tem sido uma consideração primordial no desenvolvimento da Alt Studio e naturalmente incorporada em nossos processos, desde a escolha de materiais até a informação aos clientes sobre como cuidar de suas joias para prolongar sua vida útil.

No momento, um de nossos objetivos centrais é usar prata 100% recuperada e de origem mais sustentável. Essas práticas são feitas usando a recuperação e refino de metais preciosos provenientes de eletrônicos, conversores catalíticos e outros subprodutos industriais. O refino é o processo pelo qual o metal impuro passa para que seja decomposto e posteriormente separado em seus componentes preciosos, na forma pura. O resultado é prata pura a par dos metais recém-extraídos, sem as consequências ambientais negativas.

Esses materiais e processos mencionados acima foram auditados e certificados pelo CADRI (Certificado de Movimentação de Resíduos de Interesse Ambiental) emitido pela CETESB (Companhia de Tecnologia de Saneamento Ambiental). Essas práticas atende todas as diretrizes e regulamentos da ABPM (Associação Brasileira de Empresas de Pesquisa Mineral) e ABRAMP (Associação Brasileira de Metais Preciosos) para um ambiente de trabalho seguro e saudável.

Compre melhor, mantenha para sempre. Cada peça feita com prata recuperada tem uma história para contar.